16 de outubro de 2013

Testei: Creme de tratamento Seda Keraforce Química


Numa era de lançamentos de produtos para os cabelos mais “padronizados”, a marca Seda, da Unilever, depois de pesquisas bem interessantes, lançou duas linhas de produtos: Keraforce Química e Keraforce Original, para cabelos cacheados e crespos.

Nas pesquisas encomendadas pela Unilever, foi possível verificar que 51,4% das brasileiras têm os cabelos originalmente cacheados ou crespos, e 30% conservam os cachos, enquanto 15,9% alisam e 5,5% relaxam os fios, tornando-os ondulados. As mulheres do Nordeste e as cariocas são as mais fiéis ao enrolado natural – 33,5% e 35,8%, respectivamente, continuam com os cabelos crespos e cacheados. Já as mulheres da região que compreende os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e interior do Rio de Janeiro, são as que mais transformam seus cabelos. De acordo com o levantamento, 46,2% delas alisaram ou relaxaram os fios. 
Eu faço parte do grupo que deixa os cabelos naturais  , e fiquei bem surpreso com a quantidade de mulheres que deixa os cabelos com a textura original. Sério, achei que fosse bem menos.
Essas linhas da Seda foram lançadas por volta do meio do ano, quando eu estava em férias nas maravilhosas praias do Espírito Santo, recomendo a visita para qualquer um.

Na época, meu cabelo  estava razoavelmente detonado pela tintura, que eu tive que repetir quase sem intervalo por causa de um erro de uma cabeleireira que deixou o tom desigual. Consertei a cor, mas deixei o cabelo enfraquecido no processo.

Agora imagina a situação: na praia, com o cabelo previamente detonado pela tintura. Do que eu precisa? Queratina.

Queratina em excesso danifica os fios e deixa com um aspecto duro, ressecado, quebradiço e sem brilho. Mas a falta também é complicada: fios elásticos, sem vida.

Depois do diagnóstico que todas vocês já sabem fazer, somado ao fim dos estoques que eu tinha levado para a viagem, fui procurar um creme no mercado, na volta da praia. Comprei esse creme de tratamento por menos de dez reais.

Eu não respeito muito as indicações dos fabricantes para usar um produto, dou mais valor ao que a composição tem a me dizer. Usamos o creme de tratamento no lugar do condicionador, em todas as lavagens constantes por causa dos banhos de mar.

Mesmo lavando o cabelo quase todo dia por conta da praia, percebi uma melhora significativa no aspecto do cabelo. Além disso, é aquele tipo de creme que “derrete” o cabelo ao aplicar, coisa que eu não vejo sempre.

Recomendo para quem faz química ou precisa de queratina. As marcas geralmente recomendam queratina para uso contínuo porque vendem um shampoo cheio de sulfato para ser usado junto. Quem é leitora do Beleza Com Art sabe que ele retira gradativamente a queratina natural do cabelo, e com isso surge a necessidade de reposição constante. Como eu dispenso o sulfato, só uso proteínas quando o cabelo precisa.

A fórmula é essa aqui:

Água, Álcool Cetearílico , Stearamidopropyl Dimethylamine (condicionante de origem vegetal), Dimeticone (silicone), Ácido Lático (defrizante), Behentrimonium Chloride (emulsificante e defrizante), Perfume, Parafina Líquida (óleo mineral), Glicerina, Amodimethicone (silicone), Disodium EDTA (conservante e estabilizante), Petrolato (desembaraçante), DMDM Hidantoina (conservante), Cloreto de Potássio (espessante), Etilhexil Metoxicinamato (estabilizante), Queratina Hidrolisada, PEG-150 Distearate e Peg-180M (umectantes), Óleo de Argan, Methylchloroisothiazolinone e Methylisothiazolinone (preservantes), Benzyl salicylate, Buthylphenyl methylpropional, citronelol, cumarina, hexyl cinammal, limoneno, linalol (todos são fragrâncias/fixadores).

Considerações sobre a fórmula:

1- Produto predominantemente sintético, cheio de petrolatos e preservantes. Se não gostar de usar esse tipo de coisa, não é um creme indicado. Gosto mais de produtos naturais, mas não tenho nada contra os sintéticos, então uso tranquilamente.

2- Fazer propaganda dizendo que tem óleo de argan e colocar mais óleo mineral? Por que não diz no rótulo: com óleo mineral e queratina?

3- A queratina é um dos ingredientes mais por fim, mas a combinação tem bastante ácido lático, o que faz o efeito o creme ser muito bom. Eu gostei.

4- Tem tanto aromatizador na fórmula que fica óbvio que eles querem que você sinta seu cabelo cheiroso. E fica cheiroso mesmo.

Não é o melhor produto que eu já usei, mas é muito bom, eu gostei bastante, tanto que usei até o fim. É cheiroso, e tem uma informação que vale ouro no rótulo: o PH do creme é ácido (3.3). Quase chorei quando vi uma marca de mercado falando de PH, porque geralmente essa informação muito útil não vem no rótulo.
Alguém mais usou algum produto da linha? Fora o shampoo, vale a pena experimentar!





Postar um comentário